A logística reversa é um dos temas que mais se popularizou no e-commerce nos últimos tempos. Poder fazer com que a sua loja virtual tenha o potencial para compensar a experiência do seu consumidor é fundamental para fidelizar ainda mais clientes.

Mas como usar o seu sistema de gestão para ajudar nesse acontecimento que, a primeira vista, prejudica qualquer loja virtual?

Comunicação
Em primeiro lugar, o ERP permite que todos os setores envolvidos na logística reversa estejam em contato para realizá-la de uma maneira simples e rápida. O início dela é no SAC da empresa, que repassa a reclamação para gestão, que então articula os procedimentos para o financeiro, o estoque e a transportadora para que a devolução e compensação aconteçam.

Isso é fundamental, uma vez que a rapidez no processo e a comunicação entre os setores possibilitam sempre uma resposta completa ao cliente insatisfeito, tornando a experiência menos traumática e identificando a melhor estratégia para já colocar em prática uma estratégia de recuperação do cliente insatisfeito.

Problemas Legais
O ERP permite um controle mais fácil da parte legal envolvida com a devolução. Geralmente, a nota fiscal não é retornada com o produto, então é necessário emitir uma nova para que o retorno do ICMS à empresa e o retorno legal do produto ao estoque, que acontecem em boa parte das devoluções, seja feito sem problemas.

Esses são pontos que podem passar despercebidos podem estar tornando o seu processo de devolução ainda mais caro e são facilmente identificados e controlados com a ajuda de um sistema de gestão.

Formação de Estratégiashopping
Depois, os dados de cadastro do ERP, tanto dos seus consumidores como  de transportadoras, permitem que você estabeleça sua própria  estratégia de devoluções. Dessa forma, você pode preferir as  empresas com menores taxas ou maior rapidez e disponibilidade para  fazer esse procedimento, se decidir investir um pouco mais para a  satisfação do cliente.
Nessa estratégia, é importante manter em mente o Código de Defesa  do Consumidor e disponibilizar os regulamentos em todo o processo de compra, principalmente os métodos de devolução do crédito (troca de produto, crédito ou estorno do valor) e outros dados que facilitem esse processo.

Prevenção
Finalmente, o ERP permite que você previna que o consumidor devolva o produto em primeiro lugar! A partir dos dados das suas últimas reversas, você pode encontrar padrões em produtos ou regiões, especialmente se você veicular uma pesquisa de satisfação ao realizar a reversa.

Fatores como falta de informação nos produtos, mudanças recorrentes de preços, problemas ocorridos na entrega, falta de informações no site ou problemas com a qualidade dos produtos são alguns dos pontos que podem ser prevenidos facilmente por você com a ajuda do ERP.

As funcionalidades variam de ERP para ERP. Por exemplo, entre outras funções, a SOFTVAR oferece um sistema que realiza a logística reversa sem complicações, por meio de recursos exclusivos como a inclusão de crédito para clientes em lojas que optarem por essa opção.

Written by Renato Binotto