Você já ouviu falar de inteligência competitiva? Sabe o que ela pode agregar para o seu negócio?

Inteligência competitiva nada mais é do que estabelecer um sistema de conhecimento do seu mercado e dos seus competidores. Não é uma simples analise de concorrência: é o aprofundamento dos conhecimentos do seu setor para acompanhar as últimas tendências e ficar ainda mais alinhado com o seu consumidor.

Ele é um processo que deve ser constante na sua empresa, ainda que ele possa ser utilizado ocasionalmente. Mas manter um procedimento e fontes confiáveis faz com o que o conhecimento e os insights seja adquirido mais facilmente e sua aplicação mais simples. Para isso, você só precisa abrir seu ERP e seguir esses passos.

swot_wikipedia_imagem

(Fonte: Wikipédia)

1-) Quem sou eu: SWOT

Antes de analisar o setor, você precisa conhecer bem a si mesmo. Uma boa forma de fazer essa análise é pela SWOT.

Para quem não conhece, ela é uma matriz onde você pode fazer uma análise do seu negócio a partir de 4 parâmetros, que compõem a sigla SWOT:

Strenghts (Forças) – Quais são as vantagens que a sua loja tem em relação a sua concorrência?
(Ex: loja bem colocada no Google, produtos exclusivos, estratégia de divulgação…)
Weakness (Fraquezas) – Quais são as fraquezas que a sua loja tem em relação a sua concorrência?
(Ex: Mão de obra pouco qualificada, recursos ultrapassados, baixa eficiência na entrega…)
Oportunities (Oportunidades) – Que fatores externos, ou seja, nacionais ou internacionais podem favorecer o seu mercado, e consequentemente, a sua loja?
(Ex: Aquecimento do seu setor, produtos com alta demanda de procura…)
Threats (Ameaças) – Que fatores externos podem prejudicar o seu mercado, e dessa forma, a sua loja?
(Ex: Nova configuração da ICMS, alta do dólar…)

Não esqueça de aproveitar ao máximo o seu ERP, especialmente para saber suas forças e fraquezas. Analise os períodos de maior venda, seu desempenho durante certo período e seus maiores êxitos durante o ano. Junte esses dados com uma boa pesquisa generalizada no seu setor para obter um panorama amplo e rico em informações sobre o seu setor.

2-) Qual é o meu mercado? Faça às perguntas certas sobre o seu mercado. Faça uma lista de fontes confiáveis
Após você já ter agregado uma boa quantidade de informação sobre o seu mercado para montar a sua SWOT, é hora de filtrar toda essa informação:

Não é bem verdade que grande parte da informação da internet seja falsa, mas ela sofre com efeitos como ser fruto de falta de pesquisa, sofrer com impressões pessoais, ser tendenciosa para certo mercado…por isso, todo cuidado é pouco.

É hora de ler bastante e começar a perceber quem realmente diz a verdade sobre o seu mercado. Procure fontes confiáveis em diversos meios: jornais, revistas, blogs, sites, portais, grupos em redes sociais, podcasts, vídeos…a partir de um olho mais crítico e comparando certos dados, você vai saber (e guardar) quem realmente vale a pena acompanhar.

Essa é uma boa hora para rever o que você conseguiu com o seu trabalho na SWOT.

agreement_flickr3-) Quem é o meu mercado? Faça as conexões necessárias.
Depois de estar munido com informações verdadeiras, agora é o momento de ir ainda mais fundo no seu negócio: networking.

Sabendo quem realmente pode contribuir com o seu negócio, e participando efetivamente do assunto abordado, você irá saber quem realmente pode te ajudar com uma análise ainda mais aprofundada. É o momento de começar a frequentar encontros, fóruns e outros eventos que promovam discussões sobre os tópicos do seu interesse e começar a formar parcerias e estabelecer contatos com quem sabe bem do assunto.

Não se preocupe em fazer uma rede muito extensa em pouco tempo. Apenas aproveite a oportunidade sempre que ela surgir e guarde quem pode te dar um insight ou informação sobre o seu setor sempre que você precisar. Seu ERP pode ser uma fonte de contatos: vendedores, compradores, transportadoras…as fontes podem vir de qualquer lugar. Analise e tente!

4-) Pra quem eu vendo? Conheça o seu consumidor.
Agora que você deve estar sabendo de tudo do lado do vendedor…é hora de pular o balcão e conhecer melhor o seu consumidor.

Não que esse procedimento esteja restrito à esse passo: na verdade, desde o primeiro momento você estará em contato com o comportamento e dados do seus consumidores e poderá até já ter traçado táticas observando o que encontrou.

O ponto crucial, na verdade, é tentar antecipar o comportamento dele. Novamente, o seu ERP é um bom ponto de partida: identifique os dados das compras (métodos de pagamento e entrega), queixas em seu SAC, requisições de seus vendedores e movimentações mais amplas, como épocas de maior e menor venda.

Você, após estar mais incluído dentro do seu mercado, vai perceber que pode identificar comportamentos e traçar estratégias com mais antecedência e eficácia, aumentando o seu lucro e atraindo ainda mais clientes.

5-) O que isso significa? Saiba analisar os dados e escolher os indicadores efetivos para o seu setor.
Finalmente você está pronto para escolher os indicadores e monitorar o seu negócio com mais facilidade.
Você sempre precisará estar atento ao mercado, mas depois desses passos, vai ser mais fácil saber o que e onde procurar. Para um e-commerce, pontos como visitas na loja virtual e carrinhos abandonados serão sempre importantes. Mas você descobrirá pontos específicos que precisam de mais atenção, especialmente para o seu setor.

Por exemplo, acessos mobile são mais importantes para alguns setores do que para outros, onde ele não influi tanto. Apenas fazendo uma pesquisa abrangente e cuidadosa você saberá o que deve prestar atenção em específico para a sua operação.

Espero que isso tenha te dado um bom começo para traçar sua estratégia de inteligência competitiva. Se precisa de uma ferramenta que forneça seus dados com mais facilidade, porquê não dá uma olhada no MainRetail e no Softvar Web da SOFTVAR? Peça uma apresentação sem compromisso e veja o que podemos oferecer para o seu negócio, como estar ciente de todas as suas informações apenas acessando o seu celular!

Entre e informe o seu e-mail! Estamos te esperando: http://www.softvar.com.br

Written by Renato Binotto